PRONUNCIADA POR UM PETISTA: ‘Base do partido está insatisfeita’

Depois de três seminários realizados com militantes, simpatizantes e lideranças políticas do PT, na região metropolitana de João Pessoa, todas as regiões do estado e compartimento da Borborema, o deputado estadual Frei Anastácio, líder do PT na Assembleia Legislativa, disse que há muita insatisfação em relação à aliança do prefeito da capital, com o PSB, em todo o estado.

“Esse história de unidade do PT, em torno dessa aliança com o PSB, é apenas discurso. Nas bases, os petistas não estão satisfeitos”, disse Frei Anastácio depois de realizar os três seminários para discutir a conjuntura política do estado e do país.

Segundo Frei Anastácio, durante os seminários, as pessoas manifestaram suas posições de maneira muito clara contra essa aliança.

A base do partido não está satisfeita

“A decisão de continuar na oposição ao governo estadual foi aplaudida por nossa base. Hoje, de maneira muito tranquila, atrevo-me a dizer que a base de meu partido, composta por homens e mulheres de bem, não se sentem à vontade para participar da campanha em prol da reeleição do governador do estado”, disse o deputado.

O deputado disse ainda que na chapa existe o candidato ao senado, é verdade. “Contudo, essa candidatura também não empolga, nem tão pouco agrega os valores mais característicos da militância petista. De fato, um grande contingente ainda não quantificado de militantes não apoia a decisão tomada por parte da direção estadual do meu partido, em relação ao atual governador do estado. Isso foi externado com clareza durante os seminários que realizamos”, afirmou o deputado.

O parlamentar disse que tem certeza de que a campanha deste ano será difícil, “entretanto, tais dificuldades não me farão esmorecer. Que venham os obstáculos. Que venham aqueles que querem simplesmente derrotar política e eleitoralmente este parlamentar, simplesmente, pelo fato de pensar de maneira diferente”, afirmou.

O líder do PT disse ainda que “para esses, que querem derrotá-los, vale o recado de que ele não se curva a interesses que não sejam partidários. Os segmentos sociais, trabalhadores do campo e da cidade, sindicatos, associações, fóruns, ONGs que se sentem representados pelo meu mandato, asseguram-me a condição suficiente para buscar a reeleição. Quero continuar representando-os e iremos sair vitoriosos, na nossa posição, que foi tomada com pleno respaldo do presidente nacional do nosso partido, Ruy Falcão”, concluiu o deputado.

Assessoria