CÁSSIO DIZ QUE FECHAR ESCOLAS ‘é profundo desrespeito a cidadania’

A penúltima critica feita pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato ao governo da Paraíba, a gestão do “socialista” Ricardo Coutinho ganhou tom de desabafo. Deu-se no instante em que era discutido o plano da educação. Primeiro, “por ter fechado mais de 200 escolas” e, depois, por ter quebrado a autonomia da Universidade Estadual da Paraíba.

Cássio continuou: “Fechar escolas e deixar adolescentes sem aulas é um profundo desrespeito à cidadania, como também foi desrespeitoso acabar com a autonomia financeira da UEPB, um patrimônio dos paraibanos”.

E o candidato: “Chegou o momento de se discutir um novo modelo de educação mais eficiente, que seja capaz de dar as respostas que a sociedade espera”.

Mais alfinetada: “Temos dados que mostram uma realidade preocupante de rendimento escolas, com graves problemas de ineficiência na educação por parte do atual modelo adotado no Estado […] Não basta garantir educação, também é preciso assegurar a qualidade, conforme estabelece a Constituição”.

Foi no governo Cássio Cunha Lima, segundo ele próprio lembrou, que “o ensino médio chegou para mais de 50 municipais nos quais não existia uma sala de aula nesta etapa da educação básica”.

“O modelo de educação nós vamos discutir ao longo da campanha, nos debates, nas entrevistas e no guia eleitoral”, assegurou o candidato dos tucanos ao governo da Paraíba.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.