PMDB CORRE ATRÁS DO PREJUÍZO e promete enquadrar prefeitos infiéis

Exclusivo – Com atraso, o PMDB de Paraíba decidiu enquadrar os prefeitos “infiéis” que declararam voto aos candidatos do PSB e PSDB nas eleições de outubro para o governo estadual. Segundo informações, Vital do Rêgo Filho (governador), Roberto Paulino (vice) e Zé Maranhão (senador) se reúnem neste sábado (12) para fazer uma convocação aos gestores públicos peemedebistas para retomarem posições.

Essa é a idéia, mas o assunto está sendo tratado muito tarde. Os prefeitos podem alegar que a incerteza da candidatura do partido fez com que tomassem posição na disputa eleitoral deste ano. O alerta vale para todos, inclusive Wilma Maranhão, irmã do candidato a senador Zé Maranhão; também André Gadelha e demais gestores municipais.

É necessário chamar o feito à ordem. No entanto, a dificuldade será convencer quem já tem posição firmada desde algum tempo, até porque a campanha já começou e os prefeitos que optaram pelas candidaturas de outros partidos já se apresentaram como eleitor dos adversários.

Porém, a ordem será a volta de todos. A informação é que a pressão será grande, inclusive com promessa de cumprimento de normas estatutárias no momento da abordagem. Até ameaça de expulsão do partido e ação judicial por infidelidade partidária para quem não atender a convocação de apoiar a chapa puro sangue do PMDB nas eleições deste ano.

É pagar pra ver.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.