PMDB AFINA O DISCURSO PARA mostrar quem fez mais pela PB

Vital do Rêgo Filho, o candidato do PMDB ao governo da Paraíba nas eleições de outubro, não se cansa de fazer rasgados elogios ao seu companheiro de chapa e ex-governador Roberto Paulino, também peemedebista como ele. Junto com Zé Maranhão, eles farão uma campanha de mãos dadas e prometem levar para o asfalto um discurso único.

A decisão de unificação do discurso é dos próprios candidatos ao governo, vice e senador, a chapa puro sangue do peemedebê para as eleições. Concluíram que separados o desempenho não seria tão bom com o que vem sendo planejado pela equipe de marketing da campanha deles. Vital, por exemplo, quando fala sobre Roberto Paulino, afirma que “ele será de fundamental importância para nós”.

Sem dúvida, até porque Paulino, dos peemedebistas, foi o maior defensor da candidatura própria do PMDB, quando muitos queriam levar o partido para as candidaturas adversárias do PSDB e PSB. Foi Paulino que, por exemplo, deu um murro na mesa das reuniões do partido protestando com articulações que vinham sendo feitas nos subterrâneos do poder, ou dentro do ninho tucano.

Mas essa fase já passou. Por isso, o reconhecimento de Vital pela valorosa contribuição dada pelo ex-governador Roberto Paulino neste processo de definição de candidatura ao governo do Estado. Foi o que trouxe um novo animo aos peemedebistas, partido que deverá oferecer palanque para Dilma Rousseff na Paraíba para defender candidatura reeleitoral da petista.

Busca-se apenas contornar a divergência com o principal aliado da campanha nacional, já que o PT começou um casamento com os “socialistas” e não desgrudar dele, mesmo que venha lhe valer um prejuízo irreparável para o futuro. Esse constrangimento caberá à Justiça Eleitoral decidir nos próximos dias.

Agora, avalia-se que a chapa Vital/Roberto Paulino/Maranhão mostre a capacidade eleitoral demonstrada em outras jornadas das eleições na Paraíba. A ver.