JUDICIÁRIO MANTÉM SÃO JOÃO NA orla, conforme desejo da Prefeitura

A população aprovou a iniciativa da Prefeitura de João Pessoa de realizar o São João, deste ano, na orla marítima. O Ministério Público tentou evitar, alegando que acarretaria problemas ao meio ambiente. Ou seja, o argumento não funcionou. O MP insistiu, mas não teve respaldo da sociedade. Achou pouco, bateu a porta do Poder Judiciário.

Lá, também não encontrou a resposta que gostaria de ouvir. Enfim, para alegria da sociedade da capital o Tribunal de Justiça, através de uma decisão monocrática do juiz Manoel Abrantes, plantonista, rejeitou a ação pública, com pedido de liminar, movida pelos promotores do meio ambiente.

Com apoio da sociedade, a Prefeitura ganhou a parada e o São João vai ser realizado na orla da capital.