POR PRESSÃO, MINERAL ESTÁ voltando ao ninho dos tucanos

Nas terras dos girassóis, tucano não tem vez. Única dissidência do PSDB, o deputado licenciado Antônio Mineral se prepara para retornar ao ninho dos tucanos, de onde jamais deveria ter saído. Sabe perfeitamente que não está em boa companhia e, percebendo isso, confidenciou a amigos que é melhor estar próximo da pré-candidatura do seu partido ao governo do Estado.

Candidato à reeleição, Mineral optou em acompanha a candidato a reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB), desprezando a decisão do seu partido em disputar as eleições de outubro com nome próprio. Agora quer voltar, tendo iniciado contatos com o senador Cássio Cunha Lima e o presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro.

Não definiu ainda a data, mas deverá acontecer até o domingo (29) das convenções dos tucanos. Volta por decisão espontânea, alegando, inclusive onde atua politicamente sua base não vota no “socialista” Ricardo e, sim, no tucano Cássio Cunha Lima.

Quer dizer, Mineral está voltando por livre e espontânea pressão.