GOVERNO PEDE REMANEJAMENTO de R$ 1,3 bi para pagar servidores

Anote: começa esta semana mais um capítulo da novela batizada de “confusão”, escrita pelo governo estadual com o objetivo de se confrontar com a Assembleia Legislativa. Foram tantas que se perdem as contas. A que está por vir é a penúltima de uma série a se arrastar por uma semana. Ou não, porque os governistas resolveram botar outros poderes e instituições do Estado no meio do confronto.

Pois bem, o novo duelo do governo contra o legislativo envolve a bagatela de R$ 1,3 bilhão, dinheiro que o Palácio da Redenção quer remanejar do orçamento deste ano para pagar a folha dos servidores públicos e, a pretexto disso, complementar orçamento da própria Assembleia, do Judiciário, do Ministério Público, do Tribunal de Contas, da Defensoria Pública e da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Qual a estratégia do governo neste pedido de remanejamento: jogar os outros poderes e instituições contra a Assembleia e formar uma grande confusão, dentro do estilo “se estar ruim, então é melhor piorar”. Porém, o Executivo foi quem deixou de repassar os percentuais corretos, sufocando a todos por causa dos cortes nocivos ao bom andamento de cada um deles.

Vem mais confusão por aí.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.