Guia na internet, por Lena Guimarães

redes-sociais

Vai abaixo o imperdível artigo da jornalista Lena Guimarães, veiculado pelo jornal Correio da Paraíba na edição deste domingo (11):

“As chapas majoritárias ainda sequer foram fechadas e a campanha eleitoral já é intensa na internet, onde o humor é o recurso mais usado para desconstruir candidatos. Embora comédias ocupem o primeiro lugar, também temos drama e até policial.

A nível nacional, a presidente Dilma Rousseff (PT) é alvo preferido. Na Paraíba, o governador Ricardo Coutinho (PSB) lidera, mas já há muita coisa contra o senador Cássio Cunha Lima (PSDB). A criatividade das mensagens é tamanha que geram impulso de passar adiante, e a corrente produz os danos desejados pelos criadores.

Os programas sociais, ponto forte dos governos do PT, inspiram os opositores da presidente Dilma. Uma crítica que faz muito sucesso e vai e volta via ‘WhatsApp’, é uma cena de história em quadrinhos que mostra vários adolescentes amontoados em beliche e numa rede praticamente colada ao teto, em quarto pequeno. Uma mãe zangada proclama: “Vão estudar caramba!”, ao que eles respondem: “Mãe… estamos esperando o governo lançar a bolsa preguiça!!!. O humor é recurso para passar a idéia de que o PT está estragando o país.

Tem um VT, no estilo policial, com edição de entrevista de Lula (inclui trechos de Zé Dirceu e Delúbio Soares), no qual nega a existência do mensalão e acusa o STF de decisão política. Para cada frase de Lula, segue outra de ministros afirmando o contrário, no julgamento. É detonadora.

Na disputa estadual, a música da campanha de 2010 de Ricardo Coutinho (Levante a mão quem quer ver o grande salto da nossa Paraíba…”) ganhou outras letras, e todas detonadoras. Confrontam o que disse no guia sobre “40 em 4”, comparam nosso crescimento com os do estados vizinhos, reproduzem promessas para segurança pública, saúde e concursados, e insistem que mentiu.

Uma foto da posse de RC no Governo, com companheiro do PSB, tendo como fundo musical “A Lista” de Oswaldo Montenegro, resultou em VT de três minutos, onde lentamente são apagadosos que romperam com ele a partir da campanha de 2012. Tenta mostrar perda e isolamento.

Um desenho animado “6x6” reproduz escândalos dos governos Cássio, principalmente os da Saúde, sustenta que não é diferente de Ricardo e pergunta se a Paraíba quer trocar “seis por meia dúzia”.

O guia na TV aberta só começa em 19 de agosto, mas nas redes sociais, já está no ar, e feito por profissionais.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.