FABIANI ADMITE TESE DE UMA ALA petista desejar aliança com tucanos

Secretário de Articulação política de João Pessoa, Lucius Fabiani (foto) surpreendeu nesta quinta (8), quando em entrevista aos repórteres Anderson Soares e Fernando Braz, ambos do Sistema Arapuan de Comunicação, admitiu a possibilidade aliança do PT com o PSDB do senador Cássio  Cunha Lima, uma tese que vem sendo defendida por uma das alas do Partido dos Trabalhadores.

Fabiani é membro do Diretório estadual do PT e no trecho da entrevista destacou que “reconheço que há uma resolução do partido nacional proibindo aliança com o PSDB, Dem e PPS, além de orientar união com o PMDB […]. Porém, existem exceções e não posso, neste momento, adivinhar o futuro e como se dará esse processo”, justificou.

A tese de aproximação dos petistas com a pré-candidatura do senador Cássio é defendida pelo prefeito Luciano Cartaxo. A propósito, existem outras. O deputado estadual Frei Anastácio defende a união do partido com Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), sem ou com vaga na chapa majoritária. Já o deputado federal Luiz Couto quer aproximação do governador reeleitoral Ricardo Coutinho (PSB).

“Não existe ainda chapa fechada e todos os espaços estão abertos […]. Portanto, tudo é possível diante de uma política dinâmica como é essa da Paraíba”, observou o secretário de Articulação da Prefeitura.

Reconhece, no entanto, que a aliança “prioritária” é com o PMDB, “mas tudo depende da boa vontade do nosso aliado nacional”. Essa situação de “vai-e-vem” de petistas e peemedebistas deve ser resolvida nesta sábado (10). “Já indicamos nossos nomes para o senado na chapa de Veneziano; outros partidos como o PR e PSC devem fazer o mesmo”.

A estratégia é a mesma montado para dividir os grupos, a exemplo do que ocorreu recentemente com o PP, cuja demora em escalar um pré-candidato acabou provocando o desmanche do “blocão” vitorioso da eleição municipal de João Pessoa, em 2012.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.