CULPA NÃO É DA ASSEMBLEIA; Mineral é quem quer dar marcha ré

O suplente Hervázio Bezerra (PSB), que o Palácio da Redenção articulou para voltar a liderança do governo, ainda não assumiu a titularidade do mandato porque o deputado Antônio Mineral (PSDB-foto) poderá dar marcha ré no pedido de licença. O tucano foi advertido que poderá ficar sem legenda para concorrer a reeleição na hipótese de não seguir a orientação do partido, que tem candidatura própria ao governo do Estado.

Como se sabe, Mineral encaminhou um pedido de licença por 121 dias para atender a interesses do Palácio da Redenção. Ele se afastou sem remuneração. Você acredita? Com receio de não poder concorrer a reeleição, o deputado estaria desistindo depois que foi enquadrado pela direção estadual do Partido da Social Democracia Brasileira.

Hervázio responsabilizou o presidente da Assembleia, deputado Ricardo Marcelo (PEN), de estar dificultando seu retorno ao mandato. O motivo, na verdade, está na ameaça do PSDB de não oferecer legenda ao deputado Mineral pelo não cumprimento das orientações partidárias.

Portanto, esse assunto está esclarecido.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.