‘OPERAÇÃO CONVENCIMENTO’ NÃO deverá convencer Rômulo Gouveia

Esta em curso a “operação convencimento”, que consiste em fazer com que o vice-governador Rômulo Gouveia (PSD) desista de concorrer ao Senado, mantendo seu nome na chapa à reeleição de Ricardo Coutinho (PSB). Aliás, embora não afirme categoricamente, é o que mais deseja RC. Ele teria afirmado isso a meia dúzia de pessoas.

Rômulo informou ao signatário do blog que o seu projeto é o Senado da República. Vice, novamente, ele não quer nem ouvir falar. Por isso, o governador não teria ousado ainda falar com ele a esse respeito, embora tenha ordenado ao presidente do seu PSB, Edvaldo Rosas, a jogar ao meio-fio que a vaga de senador não é uma questão fechada.

É estratégico para Ricardo ter em sua vice o ainda companheiro de chapa de 2010 Rômulo Gouveia, até porque Campina Grande tende a votar no filho da terra para senador e em Cássio Cunha Lima (PSDB) ou Veneziano Vital (PMDB) para o governo do Estado. Neste caso, em especial, o candidato reeleitoral praticamente ficará sem votos no segundo maior colégio eleitoral do Estado.

Portanto, a “operação convencimento” a Rômulo Gouveia está fadada ao fracasso, assim como a perspectiva de um bom percentual de votação de Ricardo no segundo maior colégio eleitoral da Paraíba.

Mesmo precisando de Rômulo, porém, o governador Ricardo não faz por onde cativá-lo. Soube na manhã desta segunda (21), que RC demitiu um garçom que trabalha há mais de 10 anos com Gouveia, que solicitou a readmissão sem que tenha obtido sucesso no pleito. Resultado: Rômulo paga o salário do ex-servidor com dinheiro do próprio bolso.

O garçom-amigo de Rômulo foi demitido simplesmente porque é eleitor do senador Cássio Cunha Lima.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.