GOVERNADOR DIZ QUE OPOSIÇÃO quer inviabilizar a gestão estadual

Sem perspectiva nenhuma de apoio do legislativo estadual, o governador Ricardo Coutinho (PSB) decidiu se unir ao Judiciário da Paraíba. Vai se utilizar da força da Justiça para manter os vetos rejeitados pela Assembleia Legislatura durante a votação desta semana, quando perdeu todos os embates de forma acachapante.

Queixou-se que com a derrubada dos vetos pelos deputados dos diversos segmentos partidários, inclusive do seu próprio PSB; “o Governo do Estado ficou sem dinheiro para as obras de recapeamento asfaltico das estradas”.

Na guerra com o legislativo, o governador responsabilizou a oposição ao seu governo de tentar “inviabilizar a minha gestão”. Reclama que um dos vetos direciona-se a Lei Orçamentária Anual (LOA), de autoria do deputado Caio Roberto (PR), que obriga o Estado a ratear, igualitariamente, o excesso orçamentário entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário ao fim do termino do exercício financeiro.

Foram apreciados, ao todo, 16 vetos do Palácio da Redenção, dos quais apenas três foram mantidos. Os outros 13 foram derrubados e alguns com o painel de votação apresentando 30 votos para a oposição.

Para o governador, a derrubada dos vetos engessa a gestão. “Não posso aceitar essa situação”, frisou.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.