CÁSSIO DIZ QUE ‘TEM GENTE QUE ver pessoas como um utensílio…’

Vou continuar beijando e abraçando as pessoas, externando o meu sentimento. Tenho sim sentimento e vou continuar tratando as pessoas com respeito que cada um merece…”.

“… Porque gente é gente. Eu não vou tratar as pessoas como quem trata um saco de cimento…”.

“… Eu não vou fazer das pessoas uma utilidade. Porque tem gente que ver as pessoas como um utensílio, quando é útil utiliza, quando não é útil descarta”.

As declarações acima foram pronunciadas pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB), provável candidato ao Palácio da Redenção nas eleições de outubro. Foram proferidas neste domingo (16) durante a festa de aniversário do ex-deputado estadual Dunga Júnior (PSDB), em Campina Grande.

Cássio foi ovacionado na chegada. Sabia-se que ele faria um discurso duro, forte e endereço certo. Não deu outra! Fez o que o tucano mais apraz neste momento, que é responder as criticas desferidas pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), depois do rompimento da aliança celebrada em 2010.

Como se sabe, o governador Ricardo acusou o senador Cássio de ser um gestor apenas de “tapinhas nas costas e abraços”. Não citou nome. Nem precisava. CCL também não tem citado o nome do “socialista” quando quer lhe desferir ataques. Também não precisa. O alvo é RC.

Quem presenciou tudo, além de quase duas mil pessoas presentes ao aniversário-comício, entendeu a mensagem do provável candidato ao governo pelo PSDB. Cássio chegou ao local da festa acompanhado do ex-prefeito Luciano Agra (PEN), “futuro governador da Paraíba”, disse LA; do senador Cícero Lucena, do deputado Carlos Dunga (PTB) muitos prefeitos, vices, ex-prefeitos, ex-vice-prefeitos.

Foi uma festa para o aniversariante Dunga Júnior, mas quem fez a honra da casa foi o pré-candidato dos tucanos à sucessão governamental.

dunganiver

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.