PT E PMDB PRÓXIMOS DO ACORDO; candidata petista admite desistência

O PT paraibano está muito próximo de celebrar um acordo político com o PMDB do pré-candidato Veneziano Vital, ex-prefeito de Campina Grande, segundo maior colégio eleitoral da Paraíba. A costura da aliança vem de cima pra baixo. Ou seja, a orientação do petismo nacional é que a aliança do partido seja com os peemedebistas.

Com isso, a pré-candidatura de Veneziano à sucessão governamental se fortalece. Afinal de contas, juntos, PMDB e PT teriam o maior tempo de televisão na propaganda eleitoral. Neste sentido, é que a ex-vereadora Nadja Palitot (foto) – nome apresentado pelos petistas – admitiu, pela primeira vez, desistir da disputa.

“No momento em que nossa candidatura estiver prejudicando a candidatura da presidente Dilma, nós iremos recuar da nossa postulação sem nenhum problema, o que não podemos é recuar por qualquer motivo”, disse Nadja.

Quer dizer, ela sinaliza que o entendimento passa pela desistência de sua pré-candidatura ao governo do Estado, depois de ser indicada pela legenda a que está filiada. Se ficar confirmada a saída do cenário da pré-campanha eleitoral, a decisão acontecerá por força da própria estrutura do atual cenário político-eleitoral.

Não restam dúvidas que o ex-prefeito campinense crescerá com o reforço do PT. Essa é a avaliação dos petistas e peemedebistas. Como todas as decisões nascem em Brasília, onde também tudo acontece, então essa definição pode esperar até o final do mês, possivelmente durante o congresso dos petistas.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.