CARTAXO DEFENDE PARTICIPAÇÃO do PMDB na pesquisa do ‘blocão’

Prefeito do principal colégio eleitoral do Estado, Luciano Cartaxo (PT) terá um papel preponderante nas eleições gerais deste ano, na Paraíba. Por isso, seu principal adversário, embora não seja candidato a nenhum cargo neste pleito, tem sido o governo do PSB que vai estar na disputa com uma candidatura à reeleição.

Da linha de frente das oposições, Cartaxo propôs a extensão de uma pesquisa defendida pelo “blocão” durante reunião realizada nesta quinta (27), quando se defendeu que a consulta seja feita envolvendo os pré-candidatos ao governo estadual Nadja Palitot (PT) e Leonardo Gadelha (PSC), restando o nome do PP que será apresentado dia 10 de março. No entanto, exclui o PMDB.

Coerente o entendimento de Cartaxo. Por que não incluir na pesquisa o PMDB? É o entendimento do prefeito quando propõe a participação das oposições na consulta é porque tem a exata dimensão da importância de unidade dos partidos que compõem o bloco.  Sustenta que a idéia não é isolar os peemedebistas, “mas unir as oposições”.

A manifestação do prefeito vem por causa da carta aberto de uma ala petista que defende a aliança PT/PMDB já no primeiro turno, também propõe o nome de Lucélio Cartaxo para a vaga de senador na chapa do ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital. “Nós estamos com a candidatura da companheira Nadja Palitot e vamos continuar com ela. A pesquisa dirá quem será o candidato”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.