DÚVIDAS? É BOM NÃO TÊ-LAS; Cássio deixa claro que é candidato

Ao contrário do que aconteceu em 2010, agora sim o PSDB tomou a decisão acertada, quando deliberou em levar para o asfalto a partir desta segunda (24) sua pré-candidatura ao governo do Estado. Uma reuniu que passou de duas horas, os tucanos optaram em  entregar os cargos de primeiro e segundo escalão do governo “socialista”.

Como previsto, o senador Cássio Cunha Lima admitiu concorrer ao pleito deste ano, levado pelo clamor da população paraibana e das pesquisas internas, seja do PSDB ou de partidos que deverão seguir com a candidatura tucana e, ainda, dos prováveis adversários da campanha deste ano.

“Deixo claro que a partir de agora passo a admitir a possibilidade de candidatura”, proclamou o senador Cássio durante entrevista coletiva depois da reunião de hoje.

O PSB que estimulou o povo a não gostar do modelo de governar  “socialista” é quem vai opinião a respeito da candidatura tucana, como bem afirmou Cássio. “O povo paraibano precisa ser ouvido e nos colocamos à disposição”, disse.

A decisão que demonstra que os tucanos romperam com o PSB, segundo o virtual candidato do PSDB:

“O partido acaba de decidir que os filiados deixem os cargos, do primeiro e segundo escalão no governo para logo após o Carnaval realizar uma consulta, não só com a base aliada e filiados, mas como todo o povo paraibano para deliberar se lança candidatura própria”.

A tese de manutenção – ainda que pequena – da aliança com os “socialistas” ainda prevalece:

“Sabemos que há o desejo da maioria do partido em lançar candidatura própria, mas devemos respeitar a aliança que realizamos em 2010 (…). Neste sentido, o povo será ouvido”.

Sobre a entrega dos cargos, o senador destacou que esse ato não representa o rompimento da aliança:

“O partido não se sentia a vontade em realizar uma consulta ocupando cargos no governo. Por isso a orientação para que possamos ficar a vontade”, comentou.

Quanto a continuar dialogando com o PSB do governador Ricardo Coutinho, veja o que pronunciou o tucano Cássio:

“Vamos dialogar apenas com o PSDB”.

O fantasma da elegibilidade não persegue mais o senador Cássio Cunha Lima:

“Quando admito a candidatura é por que tenho certeza de minha elegibilidade”.

Bem, se há alguma dúvida é bom não tê-las. Cássio é candidato.

E ponto final.

                    Cássio-e-Ruy

 

 

 

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.