Governador confirma um reajuste pouquinho para o funcionalismo

Conforme previsto aqui, o reajuste anunciado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) foi pouquinho. De acordo com o que o blog noticiou de apenas 5% linear. Lamentável! Algumas categorias tiveram um percentual diferenciado, mas não comemoraram. Normal, porque o aumento veio junto com a gratificação, que no frigir – quando somados – ficará a mesma coisa.

É só esperar o contracheque no final do mês. O servidor vai logo perceber que não valeu a pena, que não tem o que comemorar e que o reajuste foi o mesmo que trocar “seis por meia dúzia”. Dizer que o funcionário foi enganado não seria bem essa avaliação. Afinal de contas, já era esperado que o aumento seria pouquinho.

O reajuste foi diferenciado, conforme declarou o governador durante o seu programa de rádio, transmitido pela Tabajara. Os servidores que ganham o salário-mínimo tiveram um aumento de 6,78%, que foi de R$ 678,00 para R$ 724,00, cujo valor é fixado pelo governo federal. Atinge 40% dos 104 mil funcionários estaduais.

Vejamos o caso dos professores, cujo reajuste alcançou 8,32%. No entanto, o governo federal tinha reajustado o piso nacional no começo do ano. Trocando em miúdos, o salário do magistério passou de R$ 1.567,00 para R$ 1.697,39. É bom lembrar que no caso do salário-mínimo, quanto ao piso dos professores, os índices são definidos pela União. O governador apenas obedece aos percentuais.

Quanto aos policiais militares, civis, bombeiros e agentes penitenciários, o reajuste vai de 5% a 10%, incluindo abonos para aqueles que têm direito, como bolsa-desempenho, determinado pelos superiores. A reivindicação era de 19% a todos, incluindo ativos e inativos.

Na Saúde, o critério de reajuste foi o mesmo dos policiais: 5% a 10%. Vem seguido do aumento linear e mais um resíduo. O interessante é que a Lei Orçamentária Anual de 2014, recém aprovada, previa um reajuste superior a 8%. Quer dizer, o governo economizou com o servidor.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.