Secretário foi exonerado a pedido ou ‘convidado’ a sair do cargo?

O ato diz que é a pedido, mas a informação dá conta que Marenilson Batista da Silva (foto) optou em permanecer com sua filiação no PT e, por isso mesmo, teria sido exonerado do cargo de secretário estadual de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca. O afastamento tornou-se oficial nesta quarta (22) com a publicação do ato governamental no Diário Oficial do Estado.

Marenilson deverá concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa nas eleições deste ano. Ele estava no cargo desde o começo do governo do PSB, em janeiro de 2011. Como se sabe, o ex-secretário não assinou o documento dos petistas que ocupam cargos no governo “socialista” e isso não teria agradado a então chefe.

Abaixo o ato governamental 0149 exonerando-o da função de secretário da gestão “socialista”:

“O GOVERNADOR DO ESTADO DA PARAÍBA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 86, inciso XX, da Constituição do Estado, e de acordo com artigo 33, inciso II, da Lei Complementar nº 58, de 30 de dezembro de 2003, R E S O L V E exonerar, a pedido, MARENILSON BATISTA DA SILVA, matrícula nº 168.947-9, do cargo em comissão de Secretário de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Símbolo CDS-1”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.