Eleição: Presidente do PPS diz que não há conversas com socialistas

O PPS não quer conversas com o PSB e até considera “mínimas” as chances de reaproximação com o partido que apoiou nas últimas batalhas eleitorais, exceto a disputa pela prefeitura municipal de João Pessoa em 2012. O vice-prefeito Nonato Bandeira – que é presidente do Partido Popular Social – negou que houvesse mantido entendimentos com o governador Ricardo Coutinho após sua saída da Secretaria de Comunicação do Estado.

A aliança entre os partidos é defendida pela direção nacional do PPS, que aliou-se ao PSB em apoio a candidatura do presidenciável Eduardo Campos. Nonato, contrariando a expectativa no plano nacional, disse nesta quinta (9) que a tese predominante no Estado é de apoio ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB) à sucessão governamental.

“Essa sim é a tese que vamos levar para o partido, a quem caberá decidir como vamos conduzir o processo de alianças para as eleições deste ano, na Paraíba”, reiterou Nonato.

Neste aspecto, o presidente Nonato Bandeira age com correção quando divide com o partido a responsabilidade pela montagem da aliança com vistas a campanha para o governo estadual.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.