Luciano Cartaxo trata o aliado PTB como um ‘zero à esquerda’

Principal liderança política do Petê, o prefeito Luciano Cartaxo esqueceu rápido o que dialogar com os partidos, principalmente aqueles que declararam apoio a sua candidatura a prefeitura de João Pessoa. Nesta segunda (5), o ex-senador Wilson Santiago – presidente estadual do PTB – disse que “não estamos conversando com o prefeito. Acredito que a esta altura dos acontecimentos não haverá mais condições”.

A insatisfação de Santiago faz sentido. O prefeito indicou o petebista Diego Tavares para a Secretaria do Trabalho, Produção e Renda sem que tenha feito nenhum contato com o presidente do PTB paraibano. Ele afirmou o seguinte: “Não indicamos nenhum “vigia’, nada contra essa honrosa categoria, mas só para ilustra que não estamos sendo consultados para nada”.

Só faltou o ex-senador Wilson Santiago declarar o rompimento do partido com a gestão do prefeito da capital. “Olha que apoiamos a candidatura dele (Cartaxo), trabalhamos e não temos participado da administração”. Mostra que o PTB está distante dos petistas na hipótese de manutenção da pré-candidatura de Nadja Palitot ao governo do Estado.

Esta provado que o prefeito Luciano está mais preocupado em eleger o irmão Lucélio Cartaxo a deputado federal. Não é a toa que a Prefeitura está infestada de lideranças comunitárias, muitas delas de partidos antagônicos ao Petê, críticos ferrenhos da gestão federal. Falam que tucanos ocupam funções dentro da administração municipal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.