PPS em peso trabalha com a tese de apoio a pré-candidatura tucana

O PPS transferiu a discussão sobre à sucessão governamental paraibana para 2014. Vai esperar pela decisão do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) se disputará, ou não, o governo do Estado. É a tese prioritária defendida pela maioria do partido, segundo informou o presidente estadual da legenda, Nonato Bandeira, vice-prefeito de João Pessoa.

Certo é que não há quem no âmbito do partido defenda a reaproximação com a candidatura reeleitoral do governador Ricardo Coutinho (PSB). “Sem chances”, observou o vereador Bruno Farias, presidente do PPS de João Pessoa. A outra tese com menor intensidade em discussão é o lançamento da candidatura própria.

Porém, uma tese que pode ganhas as mesmas proporções de seguir com a candidatura do tucano Cássio.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe uma respostaCancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.