‘Quase cassado’, deputado recebe a proteção do seu ex-partido

O “quase” cassado deputado federal Wilson Santiago Filho (PTB) não deverá ter maiores preocupações com o PMDB, seu ex-partido. Ele tem a garantia que os peemedebistas não deverão reivindicar o mandato que pertence legenda.

No entanto, a situação do parlamentar se agrava porque a ação que defende a cassação é oriunda do Ministério Público Eleitoral, órgão da Procuradoria da República, o mesmo que pediu a prisão dos mensaleiros que fixam residência no presídio da Papuda, em Brasília.

Bem entendido, o PMDB não pretende atrapalhar a trajetória política do jovem parlamentar, “mas também não temos como impedir que outra esfera do poder o fizesse e o Ministério Público achou por bem reivindicar o mandato de todos aqueles parlamentares que mudaram de legenda”, disse o deputado federal Manoel Júnior, presidente do PMDB de João Pessoa.

Até o presente momento o suplente Roberto Paulino (PMDB-foto), ex-governador do Estado, não se pronunciou a respeito do assunto. Poderia entrar como parte interessada na ação movida pelo MP. Santiago Filho garante que não foi ainda notificado. Quando for terá que se ajoelhar nos pés dos dirigentes do partido que ele saiu sem dizer, sequer, adeus.

roberto

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.