As maiores das verdades sobre a violência na Paraíba. Ouça vídeo!


Depõe sob o governo do Estado a mais pura verdade da onda de violência – cada vez mais crescente – na Paraíba. A propósito, foi notícia em nível nacional e com um comentário da jornalista paraibana Rachel Sheherazade desde terça (12). Ela desceu a “lenha” na gestão do “socialista” Ricardo Coutinho após a exibição da matéria no tocante a atuação do crime organizado envolvendo as facções criminosas conhecidas por Al Quaeda e Estados Unidos.

A matéria foi exibida no jornal do SBT. No seu comentário (veja vídeo acima), Raquel disparou: “A Paraíba de hoje assombra”. E complementou: “Perdemos a paz”. Como se sabe, o Estado ocupa a quarta colocação no número de crimes, um crescimento elevado diante da máxima de que a Paraíba era tranqüila, bom de viver e morar.

Pior: O governo não reconhece o erro e insiste em querer maquiar números sobre a violência, tentando empurra de goela abaixo da garganta dos paraibanos algo que não existe. Acredita-se que depois da exibição da matéria e, consequentemente, o comentário da paraibana Raquel Sheherazade o governador se convencera de que perdeu a guerra para o crime.

Isso é fato. Só o que cego não quer enxergar.

A Paraíba de hoje me assombra!

A Paraíba onde eu nasci e cresci era uma ilha de tranquilidade e segurança. Casas de muros baixos, janelas sem grades, portas às vezes destrancadas…

Violência, quando se falava dela, era notícia excepcional, não fato banal, explorado até a última gota pelos jornais.

Quarto estado mais violento do país, dominado por organizações criminosas que disputam o tráfico de drogas.

Segue uma triste tendência de todo Nordeste, que apesar do desenvolvimento econômico, viu crescer a criminalidade como nunca!

A exemplo do Sudeste, o crime, na região se fortaleceu nas fraquezas do Estado. Organizou-se e empoderou-se enquanto o poder público foi inoperante, a Justiça, tolerante, enquanto os políticos foram omissos!

Agora, a sociedade paga um alto preço por todo esse descaso.

E o Brasil, que se orgulhava de ser um povo pacífico, vive tempos de guerra.

Os criminosos perderam o pudor. Nós, perdemos a paz.

Blog da Rachel Sheherazade

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.