Pé no freio que nada, rompimento anda a mais de 100 km por hora

A orientação do PSB do governador Ricardo Coutinho ainda é esperar as próximas reações do PSDB do senador Cássio Cunha Lima até decidir o tratamento com o “aliado”. Se não houver uma resposta, então os “socialistas” vão partir para retaliar e aí irá voar pena de tucano para tudo o que lado nesta Paraíba.

Os “socialistas” colocam água nessa fervura, mas avalia-se que não dá mais para esperar um aceno do senador Cássio sobre a manutenção da aliança construída em 2010, cujo objetivo na época é o mesmo de agora. Claro, que muda-se os personagens. No passado, a estratégia era derrotar o governador (ex) José Maranhão, agora é o atual Ricardo Coutinho.

Cássio garante que o PSDB ocupa apenas um cargo na estrutura administrativa estadual. O governador Ricardo rebate: “Nós estamos administrando juntos”. Quis dizer o seguinte: os problemas de hoje têm que ser compartilhado. Neste aspecto, RC tem razão.

É fato – ninguém discute – Cássio e Ricardo já estão distante já algum tempo. Certamente, ao contrário do que aconteceu em 2010; o palanque deles terá cores diferentes. Já sinalizam, até, com a despedida antecipada, que deverá ocorrer em novembro. Ou seja, o disfarce

A confirmar.

penastucanos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.