ACABOU A DÚVIDA: Confirmada a quebradeira da máquina do Estado

Se antes havia alguma dúvida, agora não existe mais. O Estado quebrou! A confirmação veio através do ofício circular assinado pela secretária de Finanças, Aracilba Rocha. A ordem é do governador Ricardo Coutinho (PSB), que ordenou “apertar o cinto”.

Quem jogou a informação no asfalto foi o deputado estadual Vituriano Abre (PSC) nesta quinta (27), quando trouxe à tona o gasto de R$ 3 milhões em publicidade no final de semana. O governo pagou por cada uma das seis páginas na revista Veja R$ 380 mil. Depois disso fechou as torneiras. De acordo com a ordem, nem água passa.

São 11 as medidas de contenção de despesas. Veja abaixo:

1 – Suspensão de viagens a serviço, a exceção daquelas para fiscalização de obras e Segurança Pública/Policiais/Bombeiros;

2 – Redução dos serviços de dados 3G (via modem portátil, a exceção das autorizadas através da Secretaria de Estado da Administração;

3 – Redução de contratos com pessoal terceirizados em 30%;

4 – Redução de 25% dos veículos de serviço (a exceção dos órgãos de Segurança Pública/Bombeiros;

5 – Redução de contratos de limpeza, vigilância e manutenção;

6 – Redução de consumo de energia elétrica com restrição de horário de iluminação e ar condicionamento. Comprovar redução no próximo mês de outubro;

7 – Redução dos serviços de ligação telefônica fixa, para celulares, interestaduais e internacionais;

8 – Cancelamento de novos contratos de consultoria e treinamento;

9 – Redução do consumo de água;

10 – Cancelamento de eventos internacionais;

11 – Redução de viagens nacionais; exceto em caso de assinatura de contratos e convênios e com autorização da Chefia de Gabinete do Governador.

              quebradeira

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.