Bancada do governo vota contra meia-entrada para professores

Orientados pelo Governo do Estado, os deputados da bancada governista na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) mantiveram o veto ao Projeto de Lei, de autoria do deputado Gervásio Maia (PMDB), que estabelece o benefício à meia-entrada para professores da rede pública e privada de ensino.

O veto 202/13 encaminhado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) e aprovado pelos deputados de situação é referente ao projeto de lei 1.411/13 que teria como finalidade garantir a meia-entrada aos docentes com a apresentação da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), com anotação de cargo de professor, contracheque, carteira de identificação profissional emitida por sindicato, associação de professores ou de magistério, com devido reconhecimento, ou carteira de identificação de benefício de meia-entrada, emitida por entidade estudantil autorizada com anotação de “professor”.

Durante a votação realizada em sessão ordinária na ALPB, o deputado Gervásio fez um apelo aos parlamentares que compõe a bancada do governo na Casa e explicou a importância do benefício como forma de compensar a categoria pelos baixos salários e incentivar a participação da classe em atividades que promovam a cultura.

“Tudo o que for feito para prestigiar os professores é válido. Entendemos que se faz necessário apresentar formas de compensação ao Magistério, como estímulo à participação em eventos culturais”, ressaltou Gervásio.

A meia-entrada já é garantia para a categoria em algumas unidades da federação. No Maranhão, a lei 9.683/12 já assegura aos professores o acesso a estabelecimentos com o desconto de 50%. No Distrito Federal o benefício é garantido pela lei 4.820/12, além do Estado de São Paulo que também teve sancionada uma lei que determina os direitos.

“Já existem leis semelhantes em outros Estados que os educadores têm o direito ao benefício da meia-entrada em estabelecimentos comerciais, cinemas, casas de espetáculos, teatros, campos de futebol, entre outros”, destacou o parlamentar.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.