Ordem do Palácio da Redenção: esquecer Cássio Cunha Lima

                                                     garganta

De quem foi à idéia? O interlocutor não disse, mas a ordem do Palácio da Redenção é esquecer o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que está com sua pré-candidatura a governador nas ruas da Paraíba, de Cachoeira dos Índios a Cabedelo.

Consideram a movimentação “jogo de cena”. Nas palavras do “socialista” Renato Martins, vereador em João Pessoa, “Cássio não deveria estar fazendo isso”. Até destacou que “o individuo (referindo-se a Cássio) tem todo direito de candidatura, mas existe uma aliança em andamento”.

A verdade é que o Palácio da Redenção está com Cássio entalado na garganta. Deve continuar assim até março de 2014, mês em que o segredo de hoje deverá ser jogado no meio-fio de forma oficial.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.