Para isolar Cássio, PSB tentou reaproximação com o PMDB

Deu-se na primeira tentativa de traição ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB), conforme revelou o deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) durante entrevista ao programa Rede Verdade, do Sistema Arapuan de Comunicação. “Foi no inicio do atual governo, mas rejeitamos de pronto”, disse.

“Se rejeitamos no começo, imagina agora que o governo está perto do fim”, complementou o deputado ao ser provocado se ele confirmava que o Partido “Socialista” Brasileiro paraibano projetou trair o senador Cássio Cunha Lima já em 2011.

Pois é, Cássio estava sendo apunhalado pelas costas e nem estava sabendo das maldades que os “socialistas” tramavam contra ele.

Raniery rechaçou qualquer aproximação do bloco “socialista” para as eleições de 2014, assegurando que “temos candidato a governador e o nome do ex-prefeito Veneziano Vital é majoritário dentro do nosso partido”.

Lembrando que o PMDB elegeu o atual governador duas vezes prefeito de João Pessoa, a primeira eleição figurando na chapa como vice e, depois, na reeleição o partido recebeu uma cotovelada e ficou a ver navio.

Líder da bancada do PMDB na Assembleia, o deputado Raniery prevê que o seu partido vai estar no mesmo palanque nas eleições paraibanas do próximo ano. “Não tem porque não estarmos juntos, pois essa aliança é histórica na Paraíba…”.

“… A propósito, começou em 2002 com o governador (ex) Roberto Paulino – pai do deputado – que contrariou a aliança nacional para apoiar a candidatura de Lula a presidente da República”.

É verdade. Naquela época a peemedebista Rita Camata era candidata a vice-presidente na chapa encabeçada pelo tucano José Serra. “Por isso, acredito que vamos estar no mesmo palanque, PMDB e PT e outros partidos dividindo espaços na chapa majoritária de 2014”.

A campanha de 2014 já começou. Ou alguém tem dúvidas?

                       raniery

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.