Marcondes: “caneta do governador está cheia; não devemos subestimar”

Presidente estadual do PSC, o ex-senador Marcondes Gadelha defende uma tese diferente da que poderá surgir em meio a discussão dos partidos de oposição a candidatura re-eleitoral do atual governador do Estado em 2014.

Segundo ele, a oposição precisa apresentar mais de uma candidatura e garante que o bloco a que pertence está pronto  a contribuir para o fortalecimento do grupo. Além do PSC, o bloco a que se refere Gadelha é formado ainda pelo PP e PT.

“O candidato (pré) Veneziano Vital é um bom nome, mas não devemos subestimar o governador (Ricardo Coutinho). Ele está com a caneta cheia e, portanto, é preciso fazer uma analise sobre a melhor estratégia”, justificou Marcondes.

Experiente com a candidatura majoritária, Marcondes coloca seu nome à disposição para a avaliação do bloco, mas ressalta que existe um elenco que podem ser avaliados também. “No PT, temos Rodrigo Soares, o deputado Anísio Maia… No PP, o extraordinário nome do ministro Aguinaldo Ribeiro. E nós do PSC, os deputados estaduais, o federal Leonardo Gadelha…”.

“Se meu nome for cogitado, estarei pronto para defender as oposições”, comentou Marcondes Gadelha, lembrando que já tinha se candidatado antes ao governo do Estado.

Segundo Gadelha, “a verdade é que existe um grande vácuo (…). O governador que aí está não disse que veio…”.

“… A oposição está animada por causa do clamor por mudança de comando que vem das ruas”, concluiu o presidente do PSC/Paraíba.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.