Em Cajazeiras, prefeita tríplica folha dos servidores do município

Prefeita de Cajazeiras, Denise Oliveira (PSB-foto) foi ao noticiário da crise nesta quarta (3) com a cara de timoneira de uma embarcação de resgate. Deve-se ao portal Radar Sertanejo uma denúncia jogada ao meio-fio envolvendo a gestora pública, esposa do ex-prefeito Carlos Antônio (DEM), ele secretário estadual de Interiorização, próximo de ser demitido por estar enquadrado na Lei da Ficha Limpa.

Pois bem, a denúncia contra a prefeita Denise é que ela encheu os quadros de servidores não concursado da prefeitura de Cajazeiras, triplicado nos primeiros quatro meses de governo.

Abaixo a matéria veiculada pelo Radar Sertanejo:

“A folha de pagamento com servidores não concursados da Prefeitura de Cajazeiras, Alto Sertão, quase triplicou nos primeiros quatro meses de governo. O aumento acontece mesmo depois de a prefeita Denise Oliveira (PSB), ter adotado medidas para reduzir os gastos com pessoal, como demissões de funcionários, corte de horas extras e terceirização de serviços públicos.

No mês de janeiro deste ano, a prefeitura, tinha 153 servidores contratados e uma folha de pagamento de R$ 100. 840,06 mil com pessoal. No mês de abril o número de servidores aumentou para 522 e os gastos subiram para R$ 385. 760,98, um aumento de  282,54% nos gastos com a foha de pagamento. Os números foram feitos com base  nos dados fornecidos pelo  Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE).

Para substituir os servidores irregulares a prefeitura está realizando um concurso público com  460 vagas de acordo com o edital 001/2013.”

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.