Governo perde mais uma: CCJ rejeita vetos ao reajuste dos servidores

AMO governo sofreu nova derrota na Assembleia. Deu-se agora à tarde durante reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que rejeitou os seis vetos do governador Ricardo Coutinho (PSB) as emendas modificativas ao texto original da Medida Provisória 204, entre elas uma que trata da ampliação de 3% para 5,84% o reajuste salarial dos servidores estaduais.

Agora, a situação se complica ainda mais para o lado do governo, porque no plenário os deputados, principalmente aqueles que já votaram a favor do reajuste de 5,84% e não 3% como deseja o governador; não terão coragem de negar um percentual de aumento maior para os funcionários.

Neste caso, quem votou a favor deverá manter o voto. Quem não votou estará desobrigado, inclusive de participar da sessão desta quarta (19). Entre os vetos do governador, estão três emendas do deputado Raniery Paulino (PMDB), destinadas aos funcionários da Procuradoria do Estado e o Fisco Estadual.

Além da proposta que ampliar o percentual de reajuste, também do deputado Anísio há a emenda equiparando os salários dos professores ativos e inativos. A outra emenda é de autoria do deputado Gervásio Filho (PMDB), que trata da equiparação da bolsa desempenho da Polícia Militar com reajuste de 10,72%.

A maré não está pra peixe para o lado do governo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.