Cássio demonstra mais afinidade com Vital do que com o aliado RC

cassiotwiAqui em João Pessoa, em Campina, também em Brasília, não se fala em coisa: Os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB) e Vital do Rêgo (PMDB) estão mais afinados do que nunca. Diz-se, até, que podem estar juntos no mesmo palanque da sucessão governamental de 2014.

Não existe nada de anormal na hipótese de acontecer a união política entre eles. Afinal de contas, são adversários políticos e não inimigos pessoais como o governador Ricardo Coutinho transformou a relação dele com o senador Cícero Lucena (PSDB).

Cássio e Vital estão afinados nos discursos em Brasília. Prova disso foram os “mimos” de CCL pelo twitter: “Aprovado na CAE importante PL de autoria do senador Vital que perdoa dívidas dos produtores do Nordeste. Segue agora para a CD (Comissão de Desenvolvimento)”.

Certamente, os girassóis estão com a mosca atrás da orelha a esta altura dos acontecimentos, porque Cássio complementou o reconhecimento fazendo uma homenagem:
“Parabéns ao senador Vital pela iniciativa e pela capacidade de fazê-lo tramitar. Dilma perdoou dívidas da África. Nós perdoamos as do Nordeste”.

Ninguém mais, além de Cássio, sabe que a situação do governador Ricardo Coutinho não é das melhores falando em termos eleitorais. Neste período pré-eleitoral estão os partidos trabalhando com pesquisas e o tucano sabe, por exemplo, que a rejeição do “Mago” em Campina Grande beira os 60%.

Em João Pessoa, o governador também anda mal das pernas, principalmente depois que o prefeito Luciano Cartaxo ({PT) ofuscou o brilho do antecessor Ricardo. Ou seja, tendência também é de sofrer um abalo eleitoral na capital.

Então, Cássio pode estar sedimentando um caminho para apoiar uma candidatura de Campina Grande para não perder o seu eleitorado. Neste aspecto, o tucano tem toda a razão porque as eleições não acabam em 2014.

Isso se já não deve estar preparando o exercito para lançar-se candidato ao governo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.