Rosas combina com girassol, que não combina com tucanos

Num tom agressivo, o presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas, classificou de “fofoqueiros e babões” pessoas que desejam desfazer a aliança do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) com o governador Ricardo Coutinho (PSB). Deu-se nesta quarta (15) durante entrevista no programa Rádio Verdade, comandado por Nilvan Ferreira.

Deu sinais que os “socialistas” não devem atender as “exigências” do senador Cássio de indicar os candidatos a vice e senador na chapa re-eleitoral do governador Ricardo Coutinho. Rosas deixou “mais ou menos” claro que o companheiro de chapa de RC deve ser de livre escolha do candidato.

Praticamente descarta a indicação do vice pelos tucanos quando comparou a escolha do arquiteto Luciano Agra, que se elegeu na chapa a reeleição do ex-prefeito Ricardo Coutinho. “Foi um erro de nascedouro a escolha do nome dele (Agra)”, afirmou o presidente do “socialismo” paraibano.

Serve de reflexão para os tucanos. Porém, a fala de Rosas pode não valer absolutamente nada. Afinal, o PSB funciona como o PSDB: o presidente está no cargo apenas para compor, porque a decisão é do governador Ricardo Coutinho, pelos “socialistas”, e Cássio Cunha Lima, pelos “tucanos”.

Portanto, joguem no lixo o que proclamou Edvaldo Rosas na entrevista no “Rádio Verdade”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.