Foi de goleada: oposição impõe derrota ao governo e situação ajudou

A oposição comemorou como quem tivesse marcado um gol numa final de campeonato já nos acréscimos da partida decisiva, inclusive com a galeria da Assembleia quase 100% favorável ao time vencedor.

Deu-se na manhã desta terça (7), durante a votação da MP-204 que trata do reajuste de 3% linear para todas as categorias dos servidores públicos já colocado em pleno vigor pelo Executivo paraibano. Precisa-se da regulamentação e ocorreu hoje.

Com os reforços dos deputados Doda de Tião (PPL), Carlos Dunga (PTB), Wilson Braga (PEN) e, veja você, João Gonçalves (PEN), a oposição deu uma tremenda goleada na bancada do governo: 21 x 0, aprovando a Medida Provisória com seis emendas ao texto original, dentro elas uma, de autoria do deputado Anísio Maia (PT), que amplia de 3% linear para 5,84% o reajuste para todas as categorias do funcionalismo estadual.

Porém, não deverá ser possível comemorar uma conquista que depende ainda do terceiro tempo. Pois é, o governador Ricardo Coutinho (PSB) deverá vetar a emenda de Anísio, líder da bancada de oposição, isso porque a emenda de autoria do parlamentar cria despesas para o Executivo. Portanto, o funcionalismo ainda não tem o que festejar, embora acredita-se na sensibilidade do chefe do Executivo paraibano.

Por isso, o deputado Raniery Paulino (PMDB), em conversa com o blog, colocou um pé a frente e outro atrás. “Acho que só podemos comemorar esse campeonato depois de ver qual vai ser a reação do Palácio da Redenção”, disse o parlamentar peemedebista. Ele é autor de três emendas a Medida Provisórias, duas delas beneficiando os procuradores e a categoria do Fisco estadual.

Portanto, há de se imaginar que o troféu somente será entregue ao time vencedor com a sanção do que fora aprovado em plenário, ou derrubada do veto (s) ou, ainda, a promulgação de tudo pela mesa diretora da Assembleia.

Qualquer que seja o resultado, nunca é demais imaginar que o funcionalismo sempre estará pronto para comemorar.

 

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.