Governo dá com uma mão para iludir policiais e tira com outra

Uma semana depois de conceder a promoção de soldados para cabo e de cabo para 3º sargento da Polícia Militar, eis que, de repente, o governador Ricardo Coutinho (PSB) decide retirar as gratificações de alimentação dos PMs promovidos.

Tinha que dar errado mesmo o ato do governo, porque não houve uma decisão de livre e espontânea vontade do chefe do Executivo paraibano, já que as promoções só ocorreram por causa de uma decisão judicial.

Nesta segunda (29), o presidente do Clube dos Oficiais da Polícia Militar, coronel Francisco de Assis Silva, veio à boca do palco para denunciar a retirada do valor para a alimentação. “Foi uma alegria, seguida de tristeza”, acentuou.

As promoções chegaram com um atraso de dois anos e, depois de muitos apelos e decisões judiciais, os beneficiados acabam surpreendidos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.