Antes da posse, Inaldo já trabalha projetos para João Pessoa

A pauta da manhã desta segunda (22) impôs ao signatário do blog uma conversa com o novo secretário de Acompanhamento Governamental da Prefeitura, Inaldo Leitão. Aconteceu casualmente por telefone. Ele de Brasília, onde está radicado há um bom tempo e o repórter da redação da TV Arapuan.

Na sexta (19) passada, o prefeito Luciano Cartaxo (PT) jantou com Inaldo e, antes de qualquer formalidade, lhe sapecou o convite para ocupar a recém criada Secretaria de Acompanhamento Governamental. Leitão foi pego de surpresa.

Como sempre foi movido a desafios, Inaldo aceitou o convite “e estou pronto para servir a João Pessoa e meu Estado”, repetiu para o repórter o que dissera a Cartaxo. Convite aceito, agora vem a principal parte que é o trabalho no sentido de ajudar a gestão municipal.

“Nós pretendemos estabelecer projetos de maior qualidade para a cidade, sobretudo na capitalização de recursos e investimentos no sentido de desenvolver João Pessoa…”.

“… As demandas, nós sabemos, são muitas porque o que a prefeitura arrecada só dar mesmo para pagar a folha de pessoal (…). Resta muito pouco para investimentos e estamos prontos para colaborar neste sentido”.

Para o ex-deputado federal, ex-deputado estadual e ex-presidente da Assembleia, além de outras funções públicas; necessário se faz busca dinheiro novo e se estabelecer um trabalho plural na Paraíba. Então, a idéia é captar recursos federais, através de projetos e, ainda, buscar no Banco Mundial.

Na avaliação de Inaldo, são três pontos necessários desse novo trabalho à frente da Secretaria de Acompanhamento Governamental do Município, em Brasília:

1.     Fazer o acompanhamento dos projetos

2.     Ficha Limpa, prestar contas com pontualidade

3.     Prospectar novos projetos de desenvolvimento, nacional e internacional.

Dito isto, agora o aspecto político da indicação. Inaldo é filiado ao PP do ministro Aguinaldo Ribeiro, que ajudou a eleger o prefeito Luciano Cartaxo e partido que tem uma bancada formada de quatro vereadores, entre eles o presidente da Câmara, o vereador Durval Ferreira.

Quer dizer, os progressistas têm uma musculatura de causar inveja e Inaldo foi um dos artífices desse momento.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.