Veneziano diz a Agra: ‘se houver opção melhor retiro o meu nome’

Diz a lenda: duas cabeças sempre pensam melhor do que uma. Duas lideranças da oposição paraibanaprovaram isso no primeiro entendimento que mantiveram com vistas a campanha eleitoral de 2014.
Há na oposição cabeças com supostos cérebros capaz de avaliar que não tem outro caminho a não ser a unidade, uma estratégia visando as eleições para a sucessão governamental.
Ainda bem que os prováveis protagonistas dessa iniciativa estão com miolos no lugar, inclusive de que não podem começar uma discussão colocando na frente a missão de cada um deles.
Por exemplo: sabem que não devem impor a candidatura de governador. Não é saudável. É pensando nisso Veneziano Vital (PMDB) e Luciano Agra (sem partido), e vice versa, deram inicio a discussão sobre 14.
Veneziano colocou seu nome à disposição do PMDB para concorrer ao governo, mas saiu da conversa com Agra com esse discurso: “Que nós não nos fragmentemos e que cada vez mais trabalhemos em nome da ampliação do arco de alianças da oposição…”.
“… Se houver uma opção em 2014 melhor, seja Luciano (Agra) ou outro nome, não terei problema alguma em retirar meu nome e apoiar…”.
“… O que disse a Luciano é que nosso projeto é convergente e que o importante, neste momento, é estarmos juntos, não fragmentados”.
Quer dizer: o “V” deu uma demonstração de grandeza e de amadurecimento político.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.