Mais uma contra Energisa: funcionários cruzam os braços na segunda

A situação para a Energisa da Paraíba é de vaga desconhecer bezerro. Depois decondenada a pagar R$ 80 mil a família de uma vítima por descarga elétrica, os funcionários, em assembleia, decidiram cruzar os braços a partir desta segunda (18).
Eletricitários de 222 municípios paraibanos vão parar as atividades. O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba bem que tentou evitar que isso ocorresse. Porém, a intransigência da direção da Energisa forçou a paralisação.
Ou seja, os dirigentes disseram aos funcionários o seguinte: estou pagando pra ver a paralisação. Nem precisará. A palavra de ordem é parar mesmo as atividades a partir desta segunda-feira.
A conversa com sindicalistas não resultou em nenhum tipo de acordo. O Sindicato pretende explicar as razões do “estado de greve”.
No centro da queda-de-braço está o governo, que deverá fazer uma intermediação para evitar que a população seja prejudicada.
Coisa de uma empresa à beira da falência.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.