Governo usa estratégia de colheita eleitoral de olho em 2014

Os governistas apostam na divisão dos partidos de oposição. Trabalha no ritmo de colheita. Candidato não declarado à sucessão, o governador Ricardo Coutinho (PSB) não tira o pé da estrada.
Está sempre no interior assinando ordem de serviço. Concentra-se em João Pessoa, onde seu potencial de votos é maior. Também em Campina Grande, segundo maior colégio eleitoral do Estado, levado pelo aliado Cássio Cunha Lima (PSDB).
Neste ritmo de colheita, o governador cumpre o ritual de dividir os partidos de oposição para no momento certo ter em seu palanque, se não o apoio integral da legenda, pelo menos de uma dissidência. Usa todas as armas.
Uma estratégia que pode dar certo. Ou não.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.