Cozinha de presídio pode ser ponto de venda de drogas, desconfia secretário

A determinação é do secretário Wallber Virgolino, da Administração Penitenciária, alvo de uma estranha manifestação nesta quinta (17). Virgolino tornou público o memorando 029/2013 encaminhado ao coronel Arnaldo Sobrinho, gerente Executivo do Sistema Penitenciário. O recém empossado secretário pede o afastamento de policiais militares da cozinha da Penitenciária Desembargador Flóscolo da Nóbrega, no Roger. Um contato que não pode ser considerado “sadio” porque, de acordo com o documento acima, a determinação tem o objetivo de “extinguir a comercialização de drogas”, diz. Quer dizer: policiais militares comercializam drogas dentro daquela penitenciária?  A pergunta que não quer calar.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe uma respostaCancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.