O insensível prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo

O prefeito Vitor Hugo (foto), de Cabedelo, também presidente estadual do Avante, não quer saber quem morreu.

Não deixou nem esfriar a notícia do falecimento do vereador Professor Gabriel e já anunciou que irá buscar a cadeira dele na Câmara Municipal de João Pessoa.

Prometeu acionar à Justiça alegando que “a vaga é do Avante”. E pelo tom parece não haver acordo. “Nosso jurídico vai analisar o caso. Mas a vaga é do partido”, complementou.

Quem assume a titularidade do mandato é a suplente Raíssa Lacerda (PSB), que, ao contrário do prefeito de Cabedelo, evitou tratou do assunto “neste momento de dor que a família está passando”, disse.

A questão está relacionada a eleição de 2020. O Professor Gabriel e Raíssa não conseguiram se reeleger, ficando ambos na suplência. A titularidade do primeiro chegou com à eleição de Tanilson Soares para a Assembleia.

Já Raíssa assume a vaga com a morte do vereador-titular ocorrida nesta segunda-feira (27/5).


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.