Fala de Ricardo Coutinho serve apenas pra ele

O “ex” Ricardo Coutinho está de volta ao cenário político paraibano com o desejo de ser candidato a governador, veja você, após ser pego com as chaves dos cofres do erário, segundo investigação da Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público do Estado.

A péssima notícia foi anunciada no programa Ideia Livre, comandado por Arimatea Sousa. Coutinho, sem ter dúvida alguma, tem tanta certeza da impunidade que já projeta o futuro político. Como se sabe, é réu em várias ações penais no âmbito da Operação Calvário.

A propósito, o Gaeco do Ministério Público o considera “comandante máximo” de uma organização criminosa que desviou mais de R$ 130 milhões da saúde e educação. Com o avanço das investigações o montante chegou a quase R$ 1 bilhão.

Mesmo assim, planeja voltar após sucessivas derrotas em sua pretensão de retorno a Prefeitura de João Pessoa e na eleição para o Senado em 2022. Em ambas, perdeu feio. Como sempre, voltou a cena com a mesma arrogância. A saber:

Azevêdo [João] ganhou porque fez aquele ‘asfaltozinho’ de 3 cm em algumas cidades; não fez uma grandes obras que marcassem efetivamente o governo”, disse no “Ideia Livre”.

Coutinho não tem jeito, porque sempre declarou que João Azevêdo era o melhor secretário de sua gestão, responsável por aproximar cidades do interior do Estado a outras, e agora o critica. 

Fonte: Ideia Livre


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.