Manifesto pró-Cida Ramos quebra regra nacional

O manifestou em defesa da pré-candidatura da deputada Cida Ramos (PT) à prefeitura de João Pessoa não está valendo absolutamente nada, em que pese contar com 300 assinaturas. É bom lembrar que o diretório nacional suspendeu qualquer movimento neste sentido até última ordem.

Quem viu o manifestou e analisou os nomes disse que existem filiados que sequer está sabendo das últimas decisões, principalmente da determinação de suspender quaisquer ato que venham a ser tomado.

O presidente estadual Jackson Macêdo falou para à imprensa que não assinou o manifesto. O presidente do partido em João Pessoa, Marcus Túlio, colocou sua assinatura no documento.

O que está posto é que a lista contém representantes da sociedade civil organizada, dirigentes sindicais, representantes de Organizações Não Governamentais (ONG’s), de associações comunitárias, movimentos políticos formalmente instituídos e, ainda, militantes políticos ligados ao campo progressista.

Numa análise rápida desse movimento parece a quebra de uma determinação do diretório nacional, até uma tentativa de desmoralizar o quem vem de cima para baixo.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.