Operação Galeno: Prefeito teria copiado antecessora

O prefeito de Coremas-PB, Irani Alexandrino (foto) jura de pés juntos que não tem nada a ver com a investigação da Operação Galeno deflagrada na manhã desta terça-feira (26/3) pela Polícia Federal, em conjunto com a Controladoria-Geral da União.

Jogou toda a responsabilidade para a antecessora e ex-prefeita Chaguinha, falecida vítima da covid-19 em 2021, não tem como se defender da acusação do gestor investigado hoje. Então vice-prefeito, Irani assumiu a titularidade do cargo.

Em entrevista à Rádio CBN, o prefeito Irani disse que “como já estava licitado a gente continuou comprando na farmácia. Não tem nada a ver comigo. Em 2020, nós fizemos uma nova licitação. A gestão não tem nada a ver”. 


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.