Estancada a debandada de prefeitos socialistas

O governador João Azevêdo (PSB) sabe mais do que ninguém a necessidade de uma mudança no seu partido. É tanto que agora há pouco, em entrevista, ele proclamou: “Provavelmente terá”.

Em abril, se inspira o período da atual Comissão Provisória Estadual, que tem à frente o deputado federal Gervásio Maia, responsável por uma crise no partido que tem gerado uma acanhada debandada, mais recentemente do prefeito Major Sidnei, que trocou o partido do governador pelo Republicanos.

O “provavelmente terá” do governador é um recado e vai direto para um gabinete de um “atrapalhado” do tema político localizado nos anexos da Câmara Federal. A fala estancada temporariamente a debandada.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.