Prefeito opta por caos social ao decretar cortes

Em Triunfo-PB, o prefeito Espedito Cesário de Freitas Filho (foto) usou da esperteza para conter os gastos após saber que a cota do Fundo de Participação dos Município (FPM) sofreu uma queda brusca.

Ao invés de cortar na própria carne, também do vice e dos secretários municipais, ele preferiu causar um caos social, demitindo os ocupantes de cargos comissionados e contratados.

Enquanto isso, veja você, o salário do prefeito, do vice e auxiliares diretos foram mantidos. O decreto passou distante disso, e cortar na própria carne não existe no vocabulário do gestor de Triunfo.

Foto: Reprodução


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.