Em Pedras de Fogo, a crise passou à distância

Crise que nada (!). O prefeito de Pedras de Fogo, conhecido por Bá Barros, vai torrar mais de R$ 5 milhões dos cofres do município para realizar uma festa de apenas três dias, conforme noticiou o portal ClickPB.

Ou seja, assim como Bá Barros outros prefeitos não podem reclamar da redução do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), porque também realizam eventos do gênero em suas cidades.

Somente com o cachê dos artistas, a Prefeitura de Pedras de Fogo vai gastar R$ 1,6 milhão. Só Wesley Safadão vai embolsar R$ 650 mil. No entanto, não será o único gasto milionário.

Com o serviço de locação e outras estruturas, a gestão Bá vai desembolsar quase R$ 3 milhões. O “Forro Fogo” promete ser uma grande farra, a começar pela torra do dinheiro público.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.