‘Ronaldo foi à Guerra’ e a repercussão do texto

Tem repercutido de forma positiva o “Ronaldo foi à Guerra”, título da coluna do jornalista Heron Cid no seu MaisPB, que destacou a atuação do secretário do governo no evento realizado do PSB na segunda-feira (17).

Vale a pena seguir com a leitura:

Vice-presidente do PSB, Ronaldo Guerra atuou, fortemente, nos bastidores para convencer e atrair prefeitos para filiação ao PSB, consolidada em evento na última segunda-feira. Ele teve influência em boa parte da decisão dos novos filiados.  O PSB tinha cinco prefeitos, trouxe 73 e alcançou a marca dos 78 gestores. Número significativo dos novos filiados são egressos do Cidadania, partido que Ronaldo presidia e abrigou João Azevêdo até fevereiro do ano passado. Bom de briga, Ronaldo foi à guerra”.