Ricardo segue sem permissão de sair de João Pessoa; assim ordenou ministro

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) vai continuar sem poder viajar para canto nenhum desse país. Ele cumpre medidas cautelares e, ontem, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, negou a permissão de liberdade plena.

Os defensores do então mandachuva alegaram que ele estaria impossibilitado de exercer as atividades profissionais. Mendes não caiu nesse, negando o habeas corpus.

Como se sabe, Coutinho recebeu um “convite” para largar à presidência da Fundação João Mangabeira, que significou um prejuízo de R$ 30 mil mensais de salários.

No despacho, o ministro Gilmar Mendes negou o pedido para “evitar flagrante constrangimento ilegal” e, ainda, pela medida ser “manifestamente contrária à jurisprudência do STF”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.