TC do Estado imputa débito de meio milhão a Waldson de Sousa, ex-secretário da Saúde

Em sessão de julgamento por videoconferência, o TC do Estado imputou um débito de R$ 512,4 mil referente ao período Waldson de Sousa passou como secretário de Estado da Saúde, no período do governo de Ricardo Coutinho (PSB).

A decisão foi tomada em decorrência da “realização de despesas insuficientes comprovadas”, segundo nota repassada pela assessoria do Tribunal de Contas a pouco, tendo em vista “a um convênio pactuado com o Ciclo do Coração de Pernambuco”.

No voto, o relator Antônio Cláudio Silva indica recomendações, multa no valor de R$ 8 mil ao ex-secretário e, ainda, uma representação junto ao Ministério Público do Estado referente ao caso.

Ainda cabe recurso.

No entanto, nunca é demais lembrar tratar-se de mais uma encrenca para Waldson, enrolado com a Operação Calvário, uma organização criminosa que o MPE acusa seu então chefe Ricardo Coutinho de “comandante máximo” por desvio de R$ 134 milhões da saúde.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.